Como eliminar o corrimento vaginal

Miriam 20 de abril de 2011 7
*/ ?>

Somente nós mulheres sabemos com exclusividade o grande desconforto que um corrimento vaginal pode nos causar, como se já não bastasse termos de aguentar uma semana de menstruação ainda temos de conviver com esse probleminha que parece ser natural, porém que pode guardar sérios perigos para a nossa saúde intima. É muito importante entender o que é o corrimento como evitá-lo e como tratar esse problema.

O corrimento vaginal é conhecido também como vaginite ou ainda vulvovaginite, essas são alterações que são geralmente caracterizadas por uma alteração caracterizada por um fluxo vaginal anormal. Este corrimento pode ou não apresentar um fluxo mais intenso, além do odor que também pode variar. É considerado basicamente como um acumulo de secreção produzida pelas trompas.

Ela se desenvolve na idade reprodutiva, ou seja, depois da primeira menstruação até a última. A mistura das bactérias existentes na flora vaginal com a secreção em excesso causa a infecção que nada mais é do que o corrimento. No entanto apesar de termos dito que esse problema só se desencadeia na idade reprodutiva pode haver exceções causando assim o corrimento antes ou depois desse período fértil.

Os principais sintomas desse problema são: Vontade de urinar com freqüência, sensação de ter urinado na calcinha, secreção decorrente de movimentos leves, dores de cabeça, náuseas, odor desagradável, sensação de sujeira, calcinha sempre amarela ou molhada ao fim do dia. Esses são os principais sintomas, no entanto pode acontecer de você ser surpreendida com outro sintoma, pois eles podem variar.

A melhor maneira para evitar este problema é aumentar o PH vaginal, ou seja, a camada protetora que tende a proteger a vagina contra bactérias e outras substancias evitando a produção excessiva da secreção, sabonetes íntimos, calcinha apropriada e medicamentos diários como o anticoncepcional podem lhe auxiliar, no entanto é indicado que existe sempre a indicação propícia de um médico.

A melhor maneira de tratar esse problema é consultando um médico para que este possa te orientar sobre o que você poderá fazer a respeito as situação, ele irá te examinar e lhe indicará a melhor forma de solucionar o problema já que existem vários tipos de corrimentos. Algumas atitudes diárias podem lhe ajudar:

- Usar sempre roupas leves, evitando calcinhas grossas e calças jeans de lycra
- Utilizar peças intimas apenas com cem por cento de algodão
- Troque de peça intima no mínimo duas vezes ao dia
- Evite misturar tais peças com outras roupas para lavá-las.
- Lave sempre o órgão genital com água e sabão em abundância

  • anonimo

    boas dicas

  • heelo

    e como eu faço para acabar isso em apenas 2 dias ?

  • Juliana

    Me sinto muito incomodada minha ginecologista disse que o meu é normal e não quis passa nada pra pode diminuir ou acaba com isso , vcs tem alguma dica pra acaba com isso rapidamente?

  • Marilia

    Usei muito a tipos de remédios tanto oral como intravenosa, porém nada cessa, vários médicos me disse que é normal, mais não é, tem odor e quando não vem em grande quantia preciso de ajuda, já fui em vários médicos e todos me falam a mesma coisa, que é normal

  • Marilia

    Gente me perdoe, o corretor do celular escreveu tudo errado!

    Usei muito tipos de remédios tanto oral como intravaginal, porém nada cessa, vários médicos me disse que é normal, mais não é, tem odor e isso quando não vem em grande quantia! preciso muito de ajuda, já fui em vários médicos e todos me falam a mesma coisa, que é normal…

  • patricia

    Oi mas preciso de ajuda
    Eu já fui a médica mais ela diz que está tudo bem mandou tomar uns remédios tanto oral como intravaginal mas ainda continuo com a cadinho sempre molhada “o corrompendo” e não tem odor forte, não dá comichão só incomoda porque a calcinha está sempre molhada e estou preocupaderrima e no ato sexual dói

  • patricia

    Oi mas preciso de ajuda
    Eu já fui a médica mais ela diz que está tudo bem mandou tomar uns remédios tanto oral como intravaginal mas ainda continuo com a calcinha sempre molhada “o corrimento” e não tem odor forte, não dá comichão só incomoda porque a calcinha está sempre molhada e estou preocupaderrima e no ato sexual dói